Há sempre espaço para inovação e recomeço

 Quanto mais nos cercamos de tecnologia mais percebemos a eficiência das coisas simples. Quem diria há dois anos que o twitter ia “pegar” com seus 140 caracteres? Mas o uso intensivo dos jovens nos celulares de mensagens de texto já anunciava isso.
Os vídeos se tornam virais porque as imagens em movimento nos atraem muito. É a realidade na veia, rápida e direta. Por isso as tevês viciam. Os reality shows também satisfazem esta nossa fome de observadores, “voyeurs”.
Quando nos deparamos com o caos em nossas vidas, quem enfrenta melhor estas mudanças são os artistas, pois a mente criativa deles acha espaço mesmo nas crises. Como as  crianças, eles são capazes de voar sem medo dentro do universo de suas próprias idéias e sensações. Mesmo sob pressão conseguem achar novos caminhos, inovar. A filosofia oriental diz, mente zen, mente de principiante..
O vídeo com o link abaixo é um exemplo disso. Uma artista atingida por uma “crise econômica”  perde tudo e acaba descobrindo uma nova forma de arte, animação sobre uma tela de vidro feita apenas com areia.  Num “show de talentos na tevê” ela mostrou seu trabalho e foi “reconhecida”, mostrando que temos sempre que buscar formas de levantar e seguir em frente.

Postagens mais visitadas