Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

O Sonho Doido do Google

Humano - Como você se chama? Google - Google. Humano - Nunca imaginei que um dia poderia encarar o Google e  ainda falar com ele! Google - Como assim? Sempre estive aqui, desde o início.  Você é o quê? Humano - Eu sou um humano. Google - Ah,  você  é o tal de usuário. Humano - Não, eu sou um homem.  Google - Ah, tá, humanos. Ouço falar muito de vocês. Humano - Quê isso? Nós somos reais. Você nunca viu um? Google - Claro que não. Vocês não existem. São animações. Humano - E porque eu estou aqui falando com você? Google - Você é uma representação virtual de uma coisa. Humano - Mas eu sou humano. Google - E e eu sou o Google. Humano - Você não vê que somos bilhões de humanos... Google - Eh, vocês são muitos mesmos, parecem uma praga virtual, um vírus. Humano - Pois é, somos e pegamos vírus de verdade com vento e frio em um mundo real de carne e osso. E fomos nós que criamos você, a partir de um computador. Google - Ha ha ha! Boa piada. Nisso vocês são bons,  humor, palhaçadas, discussões e briga. Humano -

Cidades Pequenas e o Marketing da Simplicidade

Falamos de qualidade de vida e acabamos aceitando tanta coisa que às vezes o contraste nos dá um choque.
Tive a oportunidade de viajar para uma cidade do sul do Brasil por alguns dias e acabei constatando como pequenos detalhes podem fazer grande diferença, mesmo em nosso país. São exemplos simples de uma lição de marketing e cidadania: Descobrir uma cidade sem engarrafamentos e sem barulho excessivo nas ruas.Andar pelas calçadas e ver os carros pararem espontaneamente na faixa de pedestres sem a necessidade de sinal;Olhar para os lados e só ver ambientes limpos, ruas bem asfaltadas e sinalizadas;Ver ambientes com adaptação para pessoas com deficiência;Ser muito bem atendido nas maioria dos lugares com simpatia e atenção sem sentir a insistência em comprar ou consumir;Caminhar tranquilo nas ruas sem se preocupar com segurança;Não ver grandes níveis de diferença social;Encontrar banheiros públicos disponíveis e limpos;Encontrar ofertas  de transporte gratuito de turistas para lojas , r…

Por que o Currículo é Vital?

Imagem
Se o currículo é vital, muito cuidado com o que você escreve sobre você mesmo (a).
Tem coisas que não cabem  em uma folha de papel. Estão de forma sutil em um jeito, num olhar, numa forma de perceber e lidar com as coisas que não se ensina ou se aprende de forma fácil.
Ser verdadeiro é ser e estar inteiro numa coisa. Para isso nunca existe meio termo.
Portanto desconfie do que te empurram, do que te prescrevem, do que te determinam, do que te exigem.  Pense mais no que você quer do que naquilo que os outros esperam.
O maior valor seu será sempre não o que você cursou ou onde esteve mas,  mas sim o que você é neste exato momento. 
A maneira como você reage ao mundo não mente. Saber o que você é determina melhor que qualquer foto  a imagem que vale mais no curriculum vitae.
Na história de muita gente sempre o mais árduo foi encontrar a própria cara neste buraco de identidade que é nosso próprio eu.
Ser verdadeiro e lutar por isso só traz dificuldades e questionamentos. Escolher carreir…