SERÁ QUE SOMOS TODOS ZUMBIS?

Confesso. Sou viciado em filme de zumbis. O olhar perdido e faminto e o andar meio morto me perseguem.

Eles estão nos filmes, quadrinhos, séries de TV (a mais recente – Walking Dead,) sucesso de público nos EUA. Com toques de carnificina e comédia,  os Zumbis tornaram-se estrelas de todas as mídias, com sarcasmo, humor e muita carnificina .

O que estará por trás deste horror todo? Parece um medo ancestral da mais perigosa de todas as criaturas, nós mesmos.

O horror da epidemia, da doença que consome a carne (ego e aparências), mas principalmente o medo dos “outros”, caminhando em nossa direção e nos cercando por todos os lados.

E claro, o pânico de ser atacado por amigos, familiares e vizinhos,  ter de “exterminá-los” para nos salvar.

Os tempos atuais parecem nos empurrar para uma  sobrevivência a qualquer custo. Nunca estivemos tão sós na multidão, em meio a milhões.

Os zumbis podem representar então uma possível perda de identidade nossa? Até que ponto estamos tomando conta do nosso destino?

O que fazemos para não apenas simplesmente seguir ordens de governos, políticas, famílias, patrões ou qualquer coisa que queira apenas nos subjugar e dominar?

Não é a toa que os zumbis só morrem com um tiro no cérebro. Precisamos pensar melhor sobre isso e sobreviver como humanos. Na dúvida tranque as portas e janelas.

@robertotostes

Postagens mais visitadas