Pular para o conteúdo principal

MARKETING VALE TUDO PRA FAZER SUCESSO



Na era da velocidade digital, onde tudo se sobrepõe rapidamente, a memória torna-se algo volátil e distante, em tempos de urgência e produtividade máxima.

Você não tem muito tempo nem eu, me dê pelo menos um minuto de atenção ou a chance de usar um texto não muito longo para explicar a nova tendência. Como tudo agora precisa ser forte, rápido, ter personalidade, estilo e atitude, segue a receita para se criar rapidamente uma Fórmula de Marketing de Sucesso:

Turbinando a fórmula
Esqueça as receitas antigas. Tudo deve ser novo e de preferência ousado. Já foi longe o tempo em que a palavra marketing funcionava sozinha. Hoje em dia ela precisa ser maquiada ou receber aditivos. De preferência acompanhada de uma palavra forte.

Expressões em inglês são essenciais – dando um toque global ao produto. O tom é importante, como se você pronunciasse certas palavras em itálico ou bold. Impacto nas imagens Uma fórmula dessas tem que gerar resultados rápidos. Ninguém tem mais paciência de esperar muito.

Esqueça as pizzas e jogue os dados num infográfico supermoderno e de impacto visual. Se for interativo ou 3D, melhor ainda. Nada simples, quanto mais cores, rabiscos e informações em letras misturadas com desenhos e fórmulas melhor.

Memorização rápida
Nestes tempos de multitarefa e multimídia, qualquer conceito precisa ser entendido com facilidade e por mais pessoas ao mesmo tempo. Portanto, use números e palavras marcantes tipo “Os 7 passos”, “3 razões”, “5 segredos”, “10 pontos” etc.|

Isto dá segurança, confere um ar matemático e profético, viabilizando sua aplicação em qualquer tipo de negócio. Recomenda-se também usar abreviações de palavras ou letras para facilitar o entendimento.

Mídia Eu
Claro que o personal marketeiro tem que ser bom de mídia, de show, de tevê, se souber cantar e dançar, melhor ainda. Ninguém mais pode ficar isolado se quiser fazer sucesso. Fazer mágica ou malabarismo pode ser um diferencial.

Se você não tem ou não participa ainda de algum programa de TV, faça muitos videosposts, videoscasts, podcasts, audiobooks etc. Produza uma cachoeira de mídia de você mesmo.

Como ainda não é possível transmitir nossas vidas ao vivo, seja seu próprio YouTube.

O futuro é S.E.U.
Como tudo atualmente está googlado ou ligado aos mecanismos de busca, articule sua linguagem de forma organizada. Otimize seu discurso para ser encontrado e citado. Você não é mais um nome, é um produto. Coloque um Y ou W, reduza palavras ou procure algo único. Concentre-se em criar suas próprias tags/etiquetas pessoais e citações de impacto, resumindo seu discurso a variações destas palavras-chave. Use menos termos e os repita com frequência para manter seu posicionamento nas listas principais de mecanismo de busca.

Fale sempre citando links e criando hiperconexões que ativem os robozinhos indexadores da web. Antes de dormir abra o Google e digite o seu nome para acompanhar seu ranking no topo das respostas e ter um sono tranquilo.

Se essa fórmula der certo, parabéns! Aproveite seus momentos de fama e encarne o próximo Mkt Web Star. Se não der, mude tudo e tente de novo.

Como as lutas marciais, que cederam lugar aos ultimate fighters da vida, no marketing atual vale misturar tudo e tentar algo novo, porque o importante é fazer sucesso.
 
@robertotostes
publicado também na PontoMkt
 

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Projeto - Jogo com Aventura e Ecologia

Olá amigos e amigas,

Após 18 meses de desenvolvimento, Sobrevivência na Amazônia - está na fase final de desenvolvimento. É um projeto independente de boardgame que procura combinar aventura e ecologia. Ele será lançado em financiamento coletivo - em breve. Na página dele serão dadas notícias e informações do andamento do projeto. O vídeo de lançamento dá uma ideia do conceito geral. Conto com o apoio de todos para divulgar e compartilhar!



#boardgame #amazonia #ecologia

Escritores na Era Digital - Quem somos e para onde vamos?

Caros amigos(as) Estou realizando uma pesquisa sobre o "Escritor(a) na Era Digital". Elaborei algumas perguntas e um questionário na web (via Google Docs). A pesquisa tem como objetivo levantar informações sobre: ser escritor(a), rotinas de escrita e leitura, meios de publicação, divulgação e presença na web. Espero com as respostas poder fazer um quadro de como os escritores/escritores estão se posicionando/adaptando neste momento de tantas transformações. Conto com seu apoio e participação

Segue o link:
http://goo.gl/forms/0JTYDWOAzPTl6Cjj2

Qualquer dúvida falem comigo:


att

Roberto Tostes

Quando pessoas viram marcas e marcas viram pessoas

Vivemos em uma época em que cada vez mais marcas querem parecer humanas e pessoas querem se tornar tão fortes quanto marcas. Isso não deixa de trazer uma certa contradição. Empresas e corporações nunca terão a imagem espontânea de pessoas de verdade. E pessoas, mesmo famosas e conhecidas, podem cair em armadilhas quando se preocupam demais com marketing, público-alvo e poder de vendas. Quando foram criadas, muitas marcas nasceram da iniciativa individual de empreendedores que construíram negócios como Ford, Hewlett-Packard (HP), Ferrari, Johnson, Granado (Brasil) e outras pessoas. Depois do auge da era industrial, as fábricas passaram a entrar em um processo mecanizado, produção em série, grandes unidades e produção em massa. As marcas modernas substituíram as antigas relações diretas entre o artesão e o consumidor, da loja ou do armazém da esquina. Para conquistar e fidelizar essa massa de consumidores vieram os recursos de marketing, design e publicidade. Os anos 50 mostram bem isso…