TER UM BLOG DÁ UM TRABALHO DO CÃO



Tem certas coisas que só na pele a gente sente, vivendo e fazendo. Criei meu blog faz mais ou menos um ano, e há alguns meses estou cuidando de um cãozinho esperto chamado Spot. As duas coisas me ocupam, me perturbam e também me dão grandes alegrias, às vezes até misturando-se uma com a outra.

Meu cachorro volta e meia pede pra sair pra rua, assim como o blog aguarda um post novo, também ansiosamente. Tento agradar aos dois e a todas as obrigações diárias que nos tomam tempo.

Costumo levar o Spot para percursos pré-definidos, mas às vezes acontece de ele querer me levar em outra direção de qualquer jeito ou para um lugar inusitado. Isso também acontece no blog, que de repente assume vida própria e me leva a ter ideias novas e produzir textos inesperados, desafiando meus limites, com humor, criatividade e curiosidade.

Spot me obriga a andar e sair pela rua, o blog me leva a estudar mais, ler outros blogs, trocar comentários e dicas. Por causa desse cão carente também interajo com outras pessoas na rua, vizinhos, estranhos, gente.
Muitas vezes quis ter um blog, mas jamais imaginei que ia gostar tanto de ter um cachorro. Também me viciei mais na internet e num mundo de informações e ideias, no desafio de encontrar bons assuntos, variar o estilo, prestar atenção na reação das pessoas, ver estatísticas e entender o fluxo da web.

Um cão feliz nos pede pouco e nos dá muito em troca. Um blog requer atenção também diária mas pode nos abrir muitas portas.

Enfim, cuidar desses dois dá um trabalho danado, haja dedicação, carinho e atenção. Mas, usando uma gíria antiga, é legal pra cachorro.


@robertotostes
publicado também na PontoMkt
P.s: dedico esse post a meu amigo Gabriel do Blog Ponto Marketing, que comemorou 2 anos de web, e que ele comanda e conduz com raça e maestria, num grande trabalho de equipe, união e amizad


Postagens mais visitadas