Ventos de Mudança


É mais fácil e confortável repetir do que procurar ou arriscar algo novo. Saber criticar e mudar uma atitude ou postura é muito mais difícil.
Há quanto tempo você não muda ou faz algo diferente?
Um fator novo é a sacudida que precisamos levar de vez em quando.
Em algum momento todo mundo precisa de um esbarrão ou susto.
É perceber de repente a si mesmo meio cansado de fazer as coisas de maneira idêntica sem ter outra perspectiva.
Vivemos melhor quando somos criativos e não repetidores de padrões.
O fator novo sempre tenta chegar de alguma forma, sutil ou brusca, silenciosa ou barulhenta, não importa.
Mas é importante que o deixemos chegar e que saibamos percebê-lo, e deixá-lo nos levar, mesmo que nos tire dos trilhos, temporariamente.
É uma faísca que parece mágica, mas somos apenas nós, motivados e renovados. Não precisa ser complexo. Revoluções e novas descobertas também começam em pequenas ações e atitudes.
Precisamos acreditar que pode ser diferente. Que a vida tem uma certa magia e que podemos conseguir tirar o coelho da cartola. Ou que, mesmo como coelhos, não precisamos de mágicos nem cartolas.
É ver como flui algo bem feito, simples, direto. Criar é fazer e fazer é criar. Sempre buscando o melhor de uma coisa ou outra. Limpar, reduzir, cortar, melhorar. Evoluir faz parte do ciclo.
Um fator novo é um vento que está por aí e que pode mudar tudo de repente.
Ele sempre esteve e estará esperando por nós para renovar as coisas e transformar pessoas e realidades.
É só uma questão de perceber e seguir o fluxo.

@robertotostes

Postagens mais visitadas