Pular para o conteúdo principal

8 dicas essenciais para um Book Trailer


Se você tem um texto publicado em livro, de papel ou em meio digital, o book trailer é um recurso que permite atrair leitores com uma amostra do que você escreveu de forma dinâmica e visualmente atrativa.
Alguns pontos importantes para criar e produzir um book trailer efetivo:

1 - O Visual de um Book Trailer é como a capa de um livro, precisa ser chamativa e dar uma ideia do que virá dentro do livro.

2 - A informação deve ser concisa e direta, com um tempo e corte ágil. Selecione poucas palavras ou frases e algumas imagens. Uma boa música ou sonoplastia também ajuda a criar o ambiente.

3 - Na criação e produção é importante achar o tom certo do vídeo.  Imagens em movimento pedem sincronia e equilíbrio de todos os elementos. A informação deve ser concisa e direta, com um tempo e corte ágil.

4 -  Objetividade é fundamental para divulgar um produto/criação.  Quanto mais direta e eficiente a mensagem, melhor.

Existem muitas técnicas e recursos para produzir um vídeo deste tipo, com variados orçamentos.  Para fazer um bom book trailer, contrate empresas ou profissionais que saibam entender o que você quer e o que será mais indicado no seu caso (o que podem ser coisas distintas).

Na dúvida, opte pela simplicidade. Mas faça, e passe a uma etapa fundamental, saber divulgar:

5 - Não basta ter um bom vídeo pronto. É preciso colocá-lo nos pontos certos e divulgá-lo, seguindo uma estratégia que defina para quais públicos é importante atingir.  Formadores de opinião, revistas especializadas, blogs temáticos, eventos relacionados e outros canais.

6 - É preciso estimular também a interação, fazendo com que outras pessoas se envolvam e compartilhem. Acompanhar e responder os comentários, procurar canais importantes de mídia, gerar diálogo e troca de ideias.

7 - Use palavras-chave e tags para indexar seu vídeo.  Crie frases e chamadas de impacto. Imagens e capturas de fotogramas também podem trazer novas visitas.

8 - Saiba avaliar o resultado. Quem viu, como viu, de onde veio, opiniões, repercussões e avaliação. Não tenha medo de questionar suas ações e decisões, e se for o caso ajuste sua estratégia de comunicação.
Ser tudo correr bem e atingir suas expectativas, pense em fazer mais vídeos. Um book trailer pode até gerar um canal do assunto e vários outros vídeos. Depoimentos, bastidores, entrevistas, outras versões do mesmo tema.

Podemos e devemos exercitar a nossa criatividade.  Na web temos a vantagem de que tudo pode ser mudado e aperfeiçoado. Use isso a seu favor.

Confira um exemplo de book trailer criado e produzido pela Fazer Comunicação:


A cigarra from Teresa Moraes e Roberto Tostes on Vimeo.

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Projeto - Jogo com Aventura e Ecologia

Olá amigos e amigas,

Após 18 meses de desenvolvimento, Sobrevivência na Amazônia - está na fase final de desenvolvimento. É um projeto independente de boardgame que procura combinar aventura e ecologia. Ele será lançado em financiamento coletivo - em breve. Na página dele serão dadas notícias e informações do andamento do projeto. O vídeo de lançamento dá uma ideia do conceito geral. Conto com o apoio de todos para divulgar e compartilhar!



#boardgame #amazonia #ecologia

Escritores na Era Digital - Quem somos e para onde vamos?

Caros amigos(as) Estou realizando uma pesquisa sobre o "Escritor(a) na Era Digital". Elaborei algumas perguntas e um questionário na web (via Google Docs). A pesquisa tem como objetivo levantar informações sobre: ser escritor(a), rotinas de escrita e leitura, meios de publicação, divulgação e presença na web. Espero com as respostas poder fazer um quadro de como os escritores/escritores estão se posicionando/adaptando neste momento de tantas transformações. Conto com seu apoio e participação

Segue o link:
http://goo.gl/forms/0JTYDWOAzPTl6Cjj2

Qualquer dúvida falem comigo:


att

Roberto Tostes

Quando pessoas viram marcas e marcas viram pessoas

Vivemos em uma época em que cada vez mais marcas querem parecer humanas e pessoas querem se tornar tão fortes quanto marcas. Isso não deixa de trazer uma certa contradição. Empresas e corporações nunca terão a imagem espontânea de pessoas de verdade. E pessoas, mesmo famosas e conhecidas, podem cair em armadilhas quando se preocupam demais com marketing, público-alvo e poder de vendas. Quando foram criadas, muitas marcas nasceram da iniciativa individual de empreendedores que construíram negócios como Ford, Hewlett-Packard (HP), Ferrari, Johnson, Granado (Brasil) e outras pessoas. Depois do auge da era industrial, as fábricas passaram a entrar em um processo mecanizado, produção em série, grandes unidades e produção em massa. As marcas modernas substituíram as antigas relações diretas entre o artesão e o consumidor, da loja ou do armazém da esquina. Para conquistar e fidelizar essa massa de consumidores vieram os recursos de marketing, design e publicidade. Os anos 50 mostram bem isso…